Edições DisponíveisFechar Janela
« Sala de Imprensa
Fechar Janela
Tópico

Joseph Smith

Joseph Smith foi o fundador e primeiro presidente de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Ele e cinco amigos organizaram a Igreja em Fayette, Nova York, no dia 6 de abril de 1830. Ele presidiu a Igreja até 27 de junho de 1844, quando foi martirizado. Sob sua liderança, os membros da Igreja passaram de seis para mais de 26.000.

Em meados de 1800, o prefeito de Boston, escritor e jornalista nacionalmente conhecido Josiah Quincy escreveu: “No futuro, quando perguntarem: Que grande americano fez mais do que qualquer outro homem para moldar a mente e o destino de seus compatriotas neste continente? Por mais absurdo que possa parecer a alguns, não é improvável que a resposta a essa pergunta seja: Joseph Smith, o Profeta Mórmon!”

Joseph Smith Jr. nasceu em 23 de dezembro de 1805 em Sharon, Vermont, filho de Joseph e Lucy Mack Smith. Nascido em uma família de agricultores pobres, foi o quinto de onze filhos — nove dos quais sobreviveram após a infância. Devido a sua família não ter o luxo de uma educação pública, Joseph recebeu apenas três anos de ensino formal. Ele e seus irmãos e irmãs, receberam instrução principalmente em casa, onde se usava a Bíblia da família.

Parley Pratt, um amigo de Joseph, descreveu-o como tendo mais de 1,83 m de altura, “com boa constituição física, forte e ativo; de cútis clara, cabelo claro, olhos azuis [e] pouca barba”. Com um temperamento “naturalmente alegre”, Joseph gostava de brincar com as crianças ou participar de competições que exigiam força física. Um santo dos últimos dias que visitou Joseph em Kirtland, Ohio, escreveu: “Ele não era exatamente o que eu esperava ver em um Profeta de Deus. Contudo (…) Encontrei nele um homem amigável, alegre, agradável e bem disposto. Foi impossível não gostar dele”.

Aos sete anos de idade, Joseph contraiu febre tifoide durante uma epidemia local. Apesar de ter-se recuperado em duas semanas, uma infecção dolorosa instalou-se no osso de sua perna. Quando as tentativas de curar a infecção falharam, o médico insistiu na amputação da perna. A mãe de Joseph convenceu o médico a operá-lo mais uma vez e o médico raspou o osso infectado sem anestesia ou instalações médicas adequadas. Joseph, que se recusou a deitar-se na cama ou ingerir bebida alcoólica para aliviar a dor, suportou a operação nos braços de seu pai. Apesar de usar muletas por três anos e mancar um pouco pelo resto da vida, Joseph ficou curado.

Joseph Smith casou-se com Emma Hale em 18 de janeiro de 1827. Durante os dezessete anos em que estiveram casados, tiveram onze filhos, dois dos quais foram adotados. Os primeiros três filhos de Joseph e Emma morreram horas depois do nascimento. Em 1831, adotaram gêmeos, sendo que um deles, um menino, morreu antes de completar um ano. Nos doze anos seguintes, Emma teve mais seis meninos, quatro dos quais sobreviveram à infância — o mais novo nasceu cinco meses depois da morte de Joseph.

Confuso a respeito de religião durante a época do reavivamento religioso no estado de Nova York onde morava em 1820, Joseph, com 14 anos, leu uma passagem no Novo Testamento e foi ao bosque orar. Joseph registra que Deus e Jesus Cristo apareceram a ele. “Vi um pilar de luz acima de minha cabeça”, ele escreveu, “mais brilhante que o sol, que descia gradualmente sobre mim”. Cercados pela luz, ele viu dois personagens — um dos quais o chamou pelo nome, apontou para o outro e disse: “Este é o Meu Filho Amado. Ouve-O!” Os membros da Igreja chamam essa experiência de a “A Primeira Visão”. Ela mudou Joseph Smith para sempre e tornou-se o dogma central da crença dos santos dos últimos dias. Assim começou a obra de restauração da Igreja de Jesus Cristo na Terra.

Joseph Smith talvez seja mais conhecido pela sua tradução de O Livro de Mórmon: Outro Testamento de Jesus Cristo. Os membros da Igreja acreditam que Joseph foi guiado a um monte perto de Palmyra, Nova York, onde recebeu um registro antigo de um anjo conhecido como Morôni. O registro, gravado em placas de ouro, contava a história de um povo que viveu no continente americano durante a época de Cristo. Joseph traduziu as placas em cerca de três meses, e o Livro de Mórmon foi publicado pela primeira vez em Nova York, por E. B. Grandin, em 1830.

Apesar de ser de família de agricultores, Joseph trabalhou como editor, empreendedor e homem de negócios. Nos anos em que liderou a Igreja, Joseph organizou um programa missionário internacional e fundou o que hoje é uma das maiores organizações de mulheres do mundo. Ele supervisionou a construção de três cidades e dirigiu a construção de dois templos — ao mesmo tempo em que enfrentava intensa perseguição das turbas locais que, por fim, expulsaram os membros da Igreja de todas as três cidades que Joseph estabeleceu.

Os direitos religiosos dos santos e seus direitos civis como cidadãos americanos foram negados apesar de numerosos e repetidos apelos ao governo federal, então os líderes da Igreja anunciaram a candidatura de Joseph Smith para Presidente dos Estados Unidos em janeiro de 1844. Em maio, Joseph foi oficialmente indicado por uma convenção em Nauvoo, Illinois. Sua plataforma política pedia uma intervenção no governo em favor dos direitos religiosos e civis frente à perseguição. Ironicamente, Joseph e seu irmão foram mortos por uma turba em junho do mesmo ano, interrompendo definitivamente a trajetória de Joseph a um cargo político.

Joseph e seu irmão mais velho, Hyrum, foram assassinados a tiros em 27 de junho de 1844 por uma turba de 150 a 200 homens. Eles tinham sido presos em uma cadeia em Illinois sob falsas acusações de tumulto e traição após entregarem-se espontaneamente à lei. Joseph estava com 38 anos e Hyrum com 44. Em 28 de junho, os corpos de Joseph e Hyrum foram preparados e dispostos para que cerca de 10.000 pessoas pudessem velar por eles e, no dia seguinte, foram enterrados em segredo para evitar futuros ataques ou profanação oriundos das turbas.

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias hoje tem mais de 14 milhões de membros. Os santos dos últimos dias reverenciam Joseph Smith como profeta, assim como reverenciam profetas bíblicos como Moisés e Isaías.

Observação de Guia de Estilo: Em reportagens sobre A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, favor utilizar o nome completo da Igreja na primeira referência. Para mais informações quanto ao uso do nome da Igreja, procure on-line por nosso Guía de Estilo.