Mormon Newsroom
Comunicado de Imprensa

Milhares de brasileiros são beneficiados no Dia Nacional de Ação Voluntária

Ação foi promovida pelo Programa Mãos que Ajudam

A união de esforços, dedicação, amor e serviço motivaram a realização de centenas de projetos sociais e humanitários por todo o Brasil, no primeiro final de semana do mês de Julho. O propósito: levar alívio, apoio e suporte à população, líderes religiosos, comunitários e governamentais dos quatro cantos do País. A iniciativa intitulada "Dia Nacional de Ação Voluntária", reuniu nesta ocasião especial cerca de 130 mil voluntários, do Programa Mãos que Ajudam, de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias em benefício de milhares de brasileiros, em aproximadamente 280 cidades.

Em Guarulhos (SP), por exemplo, voluntários estenderam sua oferta voluntária de amor ao próximo, reformando bancos de uma Paróquia da Igreja Católica. Esta ação, por si só, promove e protege o Direito à Liberdade Religiosa — atitude cujo membros e amigos da Igreja de Jesus Cristo beneficiam fiéis de uma outra denominação religiosa.

A região nordeste participou ativamente de diversas maneiras. No município de Sobral (CE), a comunidade pôde contar com serviços de verificação de pressão e glicemia, consultoria para micro e pequenos empreendedores, entre outros serviços, todos centralizados no Mercado Público Municipal. Ao mesmo tempo, no extremo sul, na cidade de Uruguaiana (RS), o prédio de uma das capelas da Igreja foi usado por profissionais da área da saúde, incluindo nutricionista e psicólogo, para tratar de temas importantes com os moradores relacionados a tabagismo, álcool, drogas, depressão e por fim, qualidade de vida. Os visitantes receberam ainda mais informações sobre Genealogia e Autossuficiência. Em Teresina e outras cidades como Rio Claro, em São Paulo, mutirões de mobilização de Combate à Dengue foram realizados.

No centro do país, em oito cidades do entorno do Distrito Federal, cerca de 850 voluntários presentearam os habitantes com oficinas de saúde, embelezamento, assessoria jurídica, orientação para elaboração de currículos e revitalização de escolas e praças públicas. Na cidade de Porto Alegre foram mais de 12 atividades realizadas: Arrecadação de Alimentos doados no Lar Santo Antônio e Associação Emanuel, Doação de cobertores, Corte de cabelos em outras ações. Em Caxias do Sul, os voluntários confeccionaram pantufas, que foram entregues no Hospital. Em Canoas, Capão da Canoa, Novo Hamburgo, Osório, Santa Cruz do Sul e Torres realizaram reformas e limpeza em Escolas Públicas. Em Cidreira houve uma distribuição de Sopa para entidades carentes.

Em Lages, Criciúma, Araranguá (SC), Cuiabá (MT), Porto Alegre (RS) e outras dezenas de cidades do interior paulista os voluntários doaram sangue ajudando desta maneira, a aumentar os estoques dos Bancos de Sangues responsáveis por atender essas regiões. Na capital Potiguar, Caicó e Mossoró, no Rio Grande do Norte, a entrega de donativos para hospitais e asilos, assim como limpeza de praias e pequenas reformas de escolas públicas, levaram mais alegria à  população. Na região de Campo Grande (MS) foram montados e entregues 240 kits de higiene pessoal, além da doação de roupas para o Centro de Apoio aos Migrantes e Casa de Apoio aos Moradores de rua “São Francisco de Assis”.   

Na capital Fluminense e no município de Niterói, seis praças públicas e quadras esportivas foram limpas e revitalizadas numa parceria com as subprefeituras destas cidades, sendo que 80% do material, foi doado pelos parceiros. Em grande número, voluntários de Recife (PE) alertaram moradores quanto à importância de não jogar lixo na rua evitando assim, o entupimento de vias fluviais. Numa outra parte da região metropolitana, um grupo de jovens desenvolveu atividades com as crianças da Creche Marinas, doaram fraldas e material de limpeza à entidade.

Numa parceria com a Cruz Vermelha, ao longo do mês de junho, em São Paulo, foram arrecadas roupas. No dia do projeto nacional, os voluntários trabalharam na triagem dessas doações, que foram destinadas à entidades cadastradas na ONG. “Tudo foi entregue de uma maneira personalizada.  Essas campanhas renovam a esperança das pessoas em um mundo melhor, além de promover o aumento da autoestima. O “Mãos Que Ajudam” é sempre uma parceria extremamente importante, tanto pela sinergia de trabalho quanto pela organização. Parceria exemplar para nós em todas as ações”, comentou Aline Rosa, coordenadora da Cruz Vermelha.

Por meio dessas ações, em todo o país, parcerias e amizades foram criadas e fortalecidas com centenas de entidades, mídia, poder público, grupos de escoteiros, hemocentros, polícia militar, subprefeituras e outros. Por meses, em todos os Estados do Brasil, sem exceção, os coordenadores regionais do Programa Mãos que Ajudam mobilizaram-se com o objetivo de promover todas estas iniciativas. Desta forma foi possível desenvolver em cada participante — seja daquele que doou do seu tempo e serviço ou então, daquele que recebeu a ação — um espírito e sentimento de solidariedade, compaixão e respeito, que resume-se na essência do que realmente é Seguir o Exemplo de Jesus Cristo.

Este ano, o Programa Mãos que Ajudam celebra 15 anos, com mais de 11 milhões de pessoas assistidas e a participação de aproximadamente dois milhões de voluntários em mais de três mil projetos realizados. Assista quatro vídeos da Campanha “Crescendo Servindo”, que homenageiam esses vários anos de ações.

Vídeo com o Élder Claudio Costa apresentando a campanha:


Vídeo 1 - Rudy:


Vídeo 2 - Northon:


Vídeo 3 - Fernanda:

A mídia fez ampla cobertura do evento, antes e durante a data. Foram mais de três horas de reportagens televisivas, horas de participação em programas de rádios e milhares de matérias em sites, portais, blogs e nas mídias sociais. Confira abaixo alguns exemplos nos seguintes links:

Recife – TV Globo

Maceió – TV Globo

Aracajú – TV Atalaia

Campo Grande – TV Globo

Natal – TV Globo

Cobertura de Mídia Impressa e WEB

Sorocaba – Jornal Cruzeiro do Sul

Londrina - Massa News

Campo Grande - Diário Digital

Porto Alegre – Zero Hora

Texto: Nei Garcia e Janete Monteiro Garcia - jornalista voluntária no Departamento de Assuntos Públicos da Área

Fontes e Fotos: Conselhos de Assuntos Públicos de todo o Brasil e Departamento de Publishing Brasil

Observação de Guia de Estilo:Em reportagens ou notícias sobre A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, por favor utilize o nome completo da Igreja na primeira referência. Para mais informações quanto ao uso do nome da Igreja, procure on-line pelo nosso Guia de Estilo.