Mormon Newsroom
Comunicado de Imprensa

Anunciadas mudanças para fortalecer a juventude

Enfatizado o papel principal de um bispo | Presidências dos Rapazes da Ala descontinuadas | Irmã Cordon lê o novo lema das Moças

Os líderes de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias anunciaram mudanças nos quóruns do Sacerdócio Aarônico e nas classes das Moças, que dão aos rapazes e moças mais oportunidades de crescimento. O Sacerdócio Aarónico é o menor dos dois níveis de sacerdócio da Igreja e é conferido aos santos dos últimos dias do sexo masculino, começando no ano em que completam 12 anos de idade.

"Os ajustes que anunciamos agora visam ajudar os rapazes e as moças a desenvolver seu sagrado potencial pessoal", disse o presidente Russell M. Nelson na sessão de sábado à tarde da 189ª Conferência Geral Semestral da Igreja. “Queremos também fortalecer os quóruns do Sacerdócio Aarônico e as classes das Moças e apoiar os bispos e outros líderes adultos à medida que eles servem à nova geração. (…) A responsabilidade [principal de um bispo] é cuidar dos rapazes e moças da sua ala. O bispo e os seus conselheiros dirigem o trabalho dos quóruns do Sacerdócio Aarônico e das classes das Moças da ala”.

 

Mudanças para bispos, rapazes e nos quóruns do Sacerdócio Aarónico

O élder Quentin L. Cook, do Quórum dos Doze Apóstolos, detalhou o que mudará nos quóruns do Sacerdócio Aarônico. Também anunciou uma mudança para que os bispos consultem regularmente as presidentes das Moças.

Bispos lideram e orientam os jovens; Presidências dos Rapazes da Ala descontinuadas

As presidências dos Rapazes (homens adultos que lideram os jovens) a nível da ala são agora descontinuadas para que os bispos locais possam liderar e orientar mais diretamente os jovens. O elder Cook disse que essa prática está alinhada com uma escritura sobre governo da Igreja dada a Joseph Smith em 1835: “O bispado é a presidência desse sacerdócio [Aarônico] e detém as chaves ou a autoridade do mesmo”. Segundo o Éder Cook, isso significa que os rapazes e as moças de uma congregação devem ser a maior prioridade de um bispo.

“Esses ajustes ajudarão os bispos e seus conselheiros a concentrarem-se nas suas principais responsabilidades para com os jovens e as crianças da Primária”, disse o élder Cook. "[Os ajustes também] colocarão o poder e os deveres do Sacerdócio Aarônico no centro da vida e dos objetivos pessoais de cada rapaz".

Nas suas responsabilidades com a juventude, os bispados serão assistidos por homens adultos servindo como consultores e especialistas em quórum do Sacerdócio Aarônico e líderes das Moças.

Presidentes das Moças agora relatam e aconselham-se diretamente com o Bispo

O élder Cook também anunciou que as presidentes das Moças agora têm uma linha direta com o bispo.

“As presidentes das Moças agora reportam e aconselham-se diretamente com o bispo da ala”, disse ele. “No passado, essa designação podia ser delegada a um conselheiro, mas, daqui para frente, as jovens serão uma responsabilidade direta de quem possui as chaves presidentes da ala”.

A presidente da Sociedade de Socorro (a líder de todas as mulheres adultas) de uma ala continuará a reportar diretamente ao bispo.

Além disso, as presidentes das Moças podem ter um papel maior no aconselhamento com as moças. “Uma líder das Moças pode atender melhor às necessidades de uma moça”, explicou o élder Cook.

O élder Cook disse que as presidências dos Rapazes continuarão a nível geral da Igreja e nas estacas. Um membro de cada sumo conselho da estaca servirá como presidente dos Rapazes da estaca. Outro membro do sumo conselho da estaca servirá como presidente da Escola Dominical da estaca.

Alterações Organizacionais Adicionais

O élder Cook também mencionou mudanças adicionais, que serão incluídas numa próxima carta enviada aos líderes da Igreja em todo o mundo:

  • A reunião do comitê de juventude do bispado será substituída por um conselho de jovens da ala.
  • A palavra “Mutual” será substituída por “Atividades das Moças”, “Atividades do quórum do Sacerdócio Aarónico” ou “atividades dos jovens”. Essas atividades serão realizadas semanalmente, sempre que possível.
  • O orçamento da ala para as atividades dos jovens será dividido de maneira equitativa entre os rapazes e as moças, de acordo com o número de jovens em cada organização. Uma quantidade suficiente será fornecida para as atividades da Primária.
  • Em todos os níveis - ala, estaca e geral - a Igreja usará o termo “organização” em vez do termo “auxiliar”. Aqueles que lideram as organizações gerais da Sociedade de Socorro, Moças, Rapazes, Primária e Escola Dominical serão conhecidos como “Oficiais Gerais”. Aqueles que lideram organizações nos níveis da ala e da estaca serão conhecidos como “oficiais da ala” e “oficiais da estaca”.

“Esses esforços, juntamente com os anunciados nos últimos dois anos, não são mudanças isoladas”, disse o élder Cook. “Cada um dos ajustes é parte integrante de um padrão entrelaçado para abençoar os santos e prepará-los para encontrar Deus”.

O élder Ronald A. Rasband, do Quórum dos Doze Apóstolos, orador final da sessão da tarde de sábado, agradeceu aos Escoteiros da América e aos santos dos últimos dias que se ofereceram para apoiá-los. A partir de 1º de janeiro de 2020, a Igreja implementará um novo programa para rapazes e moças em todo o mundo.

“Nossa associação com os Escoteiros da América, que agora termina, será sempre um legado importante para mim e para a Igreja”, disse o élder Rasband. “Para a organização de escoteiros, para as dezenas de homens e mulheres que serviram diligentemente como líderes de escoteiros, para as mães - o crédito real vai para elas; e aos rapazes que participaram do escotismo, dizemos 'obrigado'".

Mudanças nas Classes das Moças

Na sessão de mulheres da Conferência Geral no sábado à noite, a Presidente Geral das Moças, irmã Bonnie H. Cordon, anunciou um novo Tema das Moças e mudança de organização e nomes das classes das Moças. Ela também enfatizou a importância de cada classe das Moças ter uma presidência para dar oportunidades de liderança às moças.

Novo Lema das moças

O texto integral do novo lema das Moças é o seguinte:

Sou uma filha amada de pais celestiais, com natureza divina e destino eterno.

Como discípula de Jesus Cristo, luto para me tornar como Ele. Busco e ajo de acordo com a revelação pessoal e ministro aos outros em Seu santo nome.

Permanecerei como testemunha de Deus em todos os momentos e em todas as coisas e em todos os lugares.

Ao esforçar-me para me qualificar para a exaltação, aprecio o dom do arrependimento e procuro melhorar a cada dia. Com fé, fortalecerei o meu lar e família, farei e cumprirei convênios sagrados e receberei as ordenanças e bênçãos do templo sagrado.

"Observe a mudança de 'nós' para 'eu", disse a irmã Cordon. “Essas verdades aplicam-se a você individualmente. Você é uma filha amada de Pais Celestiais. Você é uma discípula da aliança de nosso Salvador, Jesus Cristo. Convido-a a estudar e refletir sobre essas palavras. Sei que obterá um testemunho de sua veracidade. A compreensão dessas verdades mudará a maneira como você enfrenta os desafios. Conhecer a sua identidade e propósito a ajudará a alinhar a sua vontade com a do Salvador”.

Mudanças nas Classes das Moças

Por mais de um século, o programa das Moças da Igreja dividiu as moças em três classes. No futuro, disse a irmã Cordon, as líderes das Moças e os seus bispos devem considerar em espírito de oração as moças de sua ala e organizá-las por idades, de acordo com o tamanho e as necessidades do seu grupo específico.

Por exemplo, uma ala com apenas algumas moças poderia ter uma classe única de Moças. Uma ala com um grande número de moças de 12 anos e um pequeno número de moças mais velhas pode ser dividida em apenas duas classes - uma para as de 12 anos e outra para as mais velhas.

“Qualquer que seja a forma de organização das classes, vocês, moças, são vitais na construção da união”, disse a irmã Cordon. “Sejam uma luz para aqueles ao seu redor. Sejam a fonte de amor e carinho que esperam receber dos outros. Com uma oração em seu coração, continuem alcançando e sendo uma força para o bem. Ao fazer isso, a sua vida será cheia de bondade. Vocês terão melhores sentimentos em relação aos outros e começarão a ver a bondade deles em troca”.

Novo nome das classes das Moças

A irmã Cordon disse que todas as classes serão referidas como “Moças” e, quando necessário, diferenciadas pela idade das pessoas que frequentam a classe (“Moças 12–13”, por exemplo). Os nomes de Abelhinhas, Meninas Moças e Lauréis foram descontinuados.

Presidências fortes de classe das Moças

A irmã Cordon lembrou as moças e seus líderes da importância de cada classe ter uma presidência para liderar a classe. "É por desígnio divino que as jovens são chamadas a liderar na juventude", disse ela.

Assim como os rapazes e seus líderes, as líderes das moças devem ser mentoras das moças - mas nunca fazendo o trabalho por elas.

“Qualquer que seja o nível de experiência de liderança que uma presidência de classe tenha, comece onde elas estão e ajude-as a desenvolver as habilidades e a confiança que as abençoarão como líderes”, disse ela. "Fiquem perto delas, mas não assumam o controle. O Espírito as guiarão conforme vocês as guiam”.

A Primeira Presidência endossa estas mudanças

“A Primeira Presidência e Quórum dos Doze estão unidos ao endossar esses esforços para fortalecer nossa juventude”, disse o presidente Nelson na tarde de sábado. “Oh, como nós os amamos e oramos por eles! Eles são a 'esperança de Israel, o exército de Sião, filhos do dia prometido'. Expressamos nossa total confiança em nossa juventude e nossa gratidão por eles”.

As congregações em todo o mundo podem implementar essas mudanças assim que estiverem prontas, mas devem tê-las em vigor até 1º de janeiro de 2020.

Uma carta da Primeira Presidência aos líderes da Igreja em todo o mundo contém mais detalhes sobre como essas mudanças afetam a estrutura organizacional nos níveis da ala e da estaca.

Observação de Guia de Estilo:Em reportagens ou notícias sobre A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, por favor utilize o nome completo da Igreja na primeira referência. Para mais informações quanto ao uso do nome da Igreja, procure on-line pelo nosso Guia de Estilo.