Presidente Eyring oferece suporte no Caribe depois do furacão Irma

Presidente Eyring oferece suporte no Caribe depois do furacão Irma

Líderes da Igreja visitam São Tomé e Porto Rico

Comunicado de Imprensa
 

O presidente Henry B. Eyring, primeiro conselheiro da Primeira Presidência de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, visitou funcionários do governo e ministrou a moradores locais no Caribe, no dia 15 de setembro de 2017, na sequência de uma destruição causada pelo furacão Irma, que atingiu as ilhas uma semana antes.

"Alguns de vocês têm familiares ou amigos que tiveram mais estresse emocional do que você mesmo sabe", disse o presidente Eyring aos Santos dos Últimos Dias reunidos em uma devocional improvisada em São Tomé. As árvores sem folhas e as aeronaves espalhadas nesta  ilha resort, normalmente calma, contam a história do golpe que recebeu. "O furacão Irma foi um dos furacões mais poderosos do Atlântico e seus ventos tropiacais tornaram bairros exuberantes em ruas irreconhecíveis", disse o Presidente Eyring.

O presidente Eyring foi acompanhado pelo bispo Dean M. Davies do bispado presidente e Élder Jörg Klebingat, Setenta autoridade geral. Na parte da manhã, eles pararam em San Juan, Porto Rico, e voaram pela tarde para São Tomé.

Os líderes da Igreja visitaram e encorajaram os santos dos últimos dias a se recuperar, uma semana após a tempestade devastadora danificar empresas, arrancar árvores, derrubar telhados, e causar quase US$ 11 bilhões em danos e levar mais de 40 vidas no Caribe.

"A reconstrução em alguns desses lugares pode levar anos", disse o presidente Eyring. "Quando você perde infraestrutura, leva muito tempo para devolvê-la. Não sei em que parte vamos ajudar, mas devemos ser tão úteis quanto possível para as agências do governo que são responsáveis. Não podemos fazer [tudo], mas podemos ajudar onde quer que possamos ".

Em San Juan, uma área menos danificada do que São Tomé, os detritos foram visivelmente menos visíveis graças à preparação antes da tempestade.

"Nosso motorista achou que era um milagre de Porto Rico", disse o presidente Eyring. "Ele disse que eles tinham tudo limpo imediatamente. Realmente incrível."

Em uma reunião noturna para cerca de 600 membros e amigos da Igreja, realizada na sede da Ala Trujillo Alto, em San Juan, o presidente Eyring disse às pessoas que sempre podem encontrar luz em tempos de escuridão, concentrando-se em Jesus Cristo.

"Eu estava com algumas pessoas [hoje] que perderam muito", disse ele. "Olhei em seus olhos e pude ver que essas pessoas aparentemente comuns estavam na rocha do Senhor Jesus Cristo. Eles viram a luz mesmo na escuridão. E assim, as coisas para eles irão funcionar. Seja lá o que for preciso, eles vão reconstruir. E eles não vão apenas reconstruir suas casas e seus negócios. O que eles construirão é um amor do Senhor Jesus Cristo e um sentimento de que, não importa o que venha, eles se sentirão alegres e confiantes ".

Nenhum dos Santos dos Últimos Dias morreu na tempestade, e três edifícios da Igreja (uma propriedade em São Tomé, e outro alugado em São Martinho) foram danificados enquanto um edifício alugado na ilha vizinha de Tortola estava completamente destruído.

Observação de Guia de Estilo:Em reportagens ou notícias sobre A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, por favor utilize o nome completo da Igreja na primeira referência. Para mais informações quanto ao uso do nome da Igreja, procure on-line pelo nosso Guia de Estilo.